Veiga comemora gol pelo Palmeiras

Abel minimiza ausência de Veiga na seleção e implora à diretoria do Palmeiras: ‘Não vendam esse jogador’

12/05/2022

Abel Ferreira exaltou Raphael Veiga, minimizou ausência do meia na seleção brasileira e ‘implorou’ à diretoria do Palmeiras para não negociá-lo


O Palmeiras avançou na Copa do Brasil 2022. Na última quarta-feira (11), no Estádio do Café, o Alviverde até levou um ‘susto’ da Juazeirense-BA. O gol da vitória por 2 a 1 saiu dos pés de Raphael Veiga, que incendiou a torcida e aumentou o coro pelo meia na seleção brasileira.

Em entrevista coletiva após o confronto, Abel Ferreira minimizou a ausência do meia na lista de convocados por Tite para os próximos amistosos do Brasil e fez um pedido à diretoria alviverde para que não negocie a estrela.

“Eu não sou o técnico da seleção e nem quero ser. Sou muito novo para ser técnico da seleção, tenho 43 anos. Já disse ao Veiga, tudo no tempo de Deus. Ele só tem que fazer isto. A mim, o que mais me impressiona, não são os dribles, o que ele joga com bola, não são os pênaltis. Ele é um jogador completo, e quando é preciso correr atrás, ele ajuda“, começou por afirmar.

Técnica eu já sabia que ele tinha, agora o compromisso que ele tem, o jogador robusto que ele é, a única coisa que eu peço é que não venda esse jogador. Que ele se lembre sempre do que o fez chegar no nível que está. Se ele mantiver essa postura, quero que continue por muito tempo no Palmeiras”, completou.

Titular absoluto do Palmeiras, Raphael Veiga ganhou protagonismo com a chegada de Abel Ferreira. Na partida contra o Independiente Petrolero, se tornou o mais artilheiro da história do clube na Conmebol Libertadores com 14 gols, passando Rony.

Na atual temporada, o meia já entrou em campo 27 vezes com a camisa alviverde, marcou 17 gols e deu sete assistências. O próximo compromisso do Verdão será no sábado (14), às 16h30, contra o Red Bull Bragantino no Allianz Parque pela rodada do Campeonato Brasileiro.