Haaland em ação pelo Borussia Dortmund

Borussia Dortmund vê noite ruim de Haaland e Reus, é surpreendido por líder da segundona e acaba eliminado da Copa da Alemanha

18/01/2022

Um dos favoritos ao título, o Borussia Dortmund foi derrotado por 2 a 1 pelo St. Pauli e foi eliminado da Copa da Alemanha


O Borussia Dortmund foi surpreendido na tarde desta terça-feira (18). Jogando fora de casa, o time visitou o St Pauli pelas oitavas de final da Copa da Alemanha e foi derrotado por 2 a 1, sendo eliminado já nas oitavas de final.

Acompanhe os jogos da Copa da Alemanha com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

O time começou sofrendo desde os 4 minutos. Com a defesa desatenta, a bola chegou até os pés de Amenyido, que quase se atrapalhou, mas conseguiu finalizar para o fundo das redes.

Depois disso, os aurinegros conseguiram tomar conta das ações, tendo chances de perigo com Haaland e Reus, mas sem conseguir empatar o duelo.

Na reta final, em nova desatenção da defesa, a bola ia sendo cruzada para Amenyido, Witsel tentou cortar, mas acabou jogando a bola contra a própria rede e marcando o segundo dos donos da casa.

Na volta para a segunda etapa, o Dortmund voltou a levar sustos, mas viu uma penalidade ser assinalada após revisão no VAR. Haaland foi para a bola e converteu para diminuir a diferença.

Melhores momentos

O problema defensivo do Dortmund

Os gols sofridos na partida não foram uma exclusividade desta noite do time aurinegro. Em 29 jogos, o time só ficou sem sofrer gols em seis ao longo do ano.

Foi mal: Reus

Capitão e uma das referências técnicas do Dortmund, Reus teve noite esquecível. Perdeu gol na cara e errou passes que não costuma errar, atrapalhando em lances de perigo da equipe.

Próximos jogos

No final de semana, o St. Pauli disputará o clássico contra o Hamburgo fora de casa. O Borussia Dortmund, por sua vez, enfrenta o Hoffenheim, também longe de seus domínios.

Ficha técnica

St. Pauli 2 x 1 Borussia Dortmund

GOLS: Amenyido e Witsel (contra) (STP); Haaland (DOR)

ST. PAULI: Smarsch; Ohlsson (Zander), Medic, Lawrence e Paqarada; Becker, Smith, Hartel e Irvine; Burgstaller (Makienok) e Amenyido (Dittgen). Técnico: Timo Schultz

BORUSSIA DORTMUND: Kobel; Meunier, Hummels, Akanji (Zagadou) e Guerreiro; Witsel (Moukoko), Bellingham e Brandt; Reus, Haaland e Hazard (Malen). Técnico: Marco Rose