Frank Lampard e Kai Havertz

Chelsea anuncia Havertz e já chega a R$ 1,4 bilhão em reforços

04/09/2020

Chelsea anunciou oficialmente a contratação de Kai Havertz nesta sexta-feira. O meia-atacante de 21 anos assinou por cinco temporadas.

O acordo já era esperado, uma vez que o jogador deixou a concentração da seleção da Alemanha e viajou para Londres nesta sexta-feira para fazer exames médicos e fechar contrato.

O jovem estabeleceu-se rapidamente como uma peça importante do Leverkusen, tanto que deixa o clube com a marca de 150 jogos, nos quais somou 46 gols e 28 assistências.

A transferência deve render ao Bayer Leverkusen 80 milhões de euros (R$ 502 milhões) pela transferência, além de mais 20 milhões de euros (R$ 125 milhões) em bônus.

O jogador de 21 anos foi liberado do treinamento em Stuttgart para cumprir os últimos detalhes antes de ser anunciado.

Com Havertz, o Chelsea terá completado 200 milhões de libras esterlinas (R$ 1,4 bilhão) em gastos com transferências nesta janela. Já chegaram Hakim Ziyech, Timo Werner e Ben Chilwell, além das transferências sem custos de Thiago Silva e Malang Sarr.

“Estou muito feliz e orgulhoso em estar aqui. Para mim é um sonho que se torna realidade jogar em um grande clube como o Chelsea, e eu mal posso esperar para conhecer todos os jogadores e treinadores. Estou muito feliz de estar aqui!”, declarou ao site oficial do seu novo time.

Havertz ficou na reserva e não atuou no empate por 1 a 1 entre Alemanha e Espanha, na última quinta-feira (3), pela Liga das Nações. A decisão de não jogar veio após consulta ao Chelsea para evitar qualquer risco de lesão.

No entanto, ainda não está claro quando Havertz poderá fazer sua estreia pelos Blues por estar à disposição da seleção da Alemanha. No próximo domingo (6), a equipe tetracampeã mundial encara a Suíça, na Basileia, pela Liga das Nações.

A Suíça é um dos países na lista de observação de coronavírus do Reino Unido, com uma exigência das autoridades para que todos os indivíduos que retornam do país para à Inglaterra se isolem por 14 dias após a chegada.

O Chelsea tem Havertz, Werner e Antonio Rudiger no elenco e, portanto, os três jogadores podem perder o início da temporada se não conseguirem ser liberados da obrigação de quarentena após terminarem os compromissos com a Alemanha.

Os Blues viajam para Brighton para sua partida de abertura da Premier League em 14 de setembro.

Com informações de James Olley