Ministério pede ajustes, e Paulistão fica perto de voltar com punição a quem descumprir protocolos e jogos regionalizados

07/04/2021

Campeonato Paulista está mais próximo de voltar. Federação e Ministério Público se reuniram mais uma vez nesta quarta-feira e deram um passo a mais para o retorno. Restam agora alguns ajustes nos protocolos, que devem mesmo incluir punições a quem descumprir protocolos de segurança contra a COVID-19 e ainda ter jogos mais regionalizados.

A Federação Paulista já apresentou um novo protocolo ao Comitê de Crise do Ministério Público na reunião desta quarta. O Comitê, porém, pediu outros ajustes. Há um entendimento que essas novas recomendações sejam fáceis de serem cumpridas.

Havia até uma expectativa que o Paulistão pudesse voltar a ter jogos já nesta quinta-feira. Só que a parte burocrática não será tão simples assim a ponto de permitir uma volta tão de imediato. A Federação terá que apresentar o protocolo ajustado ao Comitê, que levará a aprovação às instâncias superiores do Ministério Público, que comunica ao Governo do Estado, que publicará um novo decreto liberando as partidas.

Há o entendimento de que a liberação do Comitê de Crise já seja suficiente para desencadear todas as outras liberações, mas não haveria tempo hábil para que já houvesse jogos em menos de 24 horas.

Segundo apurou a ESPN, o novo protocolo deve mesmo incluir as tais punições a jogadores que descumprirem os protocolos de segurança.

Além disso, os jogos devem acontecer em uma só localidade do estado. Anda não está decidido se apenas em uma cidade ou em uma microrregião que conte com mais estádios a disposição.

A última rodada completa do Campeonato Paulista aconteceu ainda nos dias 13 e 14 de março. Depois disso, apenas duas partidas foram disputadas em Volta Redonda, ainda nos dias 23 e 24.

Com o calendário todo atrasado, a expectativa segue sendo de que os clubes joguem a cada dois dias para acelerar o andamento da competição. Os clubes já estariam de acordo com isso.

Veja a nota oficial do Comitê de Crise do Ministério Público

Em reunião nesta quarta-feira (7) à noite entre o Comitê de Crise COVID-19 do MPSP com a Federação Paulista de Futebol, novos aperfeiçoamentos do protocolo sanitário foram examinados. A nova compilação será encaminhada amanhã ao MP, que, com base nela, avaliará se as razões que fundamentaram a recomendação de suspensão do futebol permanecem atuais. De todo modo, a liberação da atividade esportiva é decisão do Governo do Estado por meio de outro decreto.