Abel Ferreira durante sua apresentação como treinador do Palmeiras

Palmeiras: Abel volta a criticar calendário brasileiro e dispara: ‘Entendo porque os treinadores venham aqui e vão embora’

17/02/2021

Palmeiras voltou a campo nesta quarta (17) e enfrentou o Coritiba, no Couto Pereira, em partida atrasada da 35ª rodada do Brasileirão. O Verdão foi surpreendido e viu o já rebaixado Coxa marcar no final e sair com os três pontos.

Em entrevista coletiva, o técnico Abel Ferreira, além de analisar o confronto, também criticou o calendário do futebol brasileiro. 

“Faço um desafio também, estou para defender para termos mãos na consciência das equipes que mudaram de treinador, o que mudaram? No total, todas as que mudaram, e a posição que estavam e o que ganharam. Em termos de posição porventura é a mesma. A densidade competitiva aqui não há tempo para recuperar, imagine para treinar. Entendo porque os treinadores venham aqui e vão embora. É muito difícil de competir nessas condições. Em contexto normal é difícil, com a Covid então”, começou por afirmar.

“Estava um jogo marcado no dia anterior à primeira final da Copa do Brasil. Tiveram a coragem de marcar um jogo no dia anterior ao primeiro jogo contra o Grêmio. É uma reflexão que nós e estrutura vamos ter que fazer e ver o que queremos hipotecar o presente ou o futuro, pensar bem no que a organização e a definição de uma temporada com BrasileirãoConmebol Libertadores, a Copa, sempre com jogos ida e volta, gostam disso, vamos ter que perceber”.

“Com a quantidade de jogos, não vamos ter férias, e tudo bem, mas temos que ver que estamos competindo há quase 13, 14 meses, tivemos jogos uns em cima dos outros, Palmeiras vai ter que fazer jogos de qualquer jeito assim que acabar o campeonato, e também tem jogo do Brasileirão antes de acabar, alguma coisa aqui está ruim e vai mudar”, complementou.

“Sei que é cultural, demora, mas as pessoas têm que perceber que há por melhorar. Não que tenha que tirar uma competição, mas não importo de passar minha opinião com toda humildade. Não vim só para estar no Palmeiras, para emprestar um pouquinho do meu conhecimento. Uma das minhas funções enquanto treinador é deixar o futebol melhor do que encontrei. Assim que penso para um clube e para o futebol em geral, porque tudo o que tenho é pelo futebol”, finalizou.

O próximo compromisso do Palmeiras é contra o São Paulo. O clássico será disputado no Morumbi, às 21h30, em partida atrasada da 34ª rodada.