Denzel Dumfries em treino do PSV

PSV: Jogador vai a protesto na Holanda contra o racismo, fura distanciamento social e é afastado

04/06/2020

Denzel Dumfries foi afastado do elenco principal do PSV Eindhoven. O motivo é a presença do lateral-direito em um protesto antirracista na segunda-feira passada, em Rotterdam, na Holanda.

Nada contra a manifestação do jogador. Segundo anunciado pelo clube em seu site, o protesto em que Dumfries participou tinha muitas pessoas, e nem todas respeitaram as normas de distanciamento social.

Assim, o PSV preferiu isolar o defensor, para evitar riscos de contaminação a outros jogadores do elenco. Dumfries seguirá um programa individual de treinos até o fim da temporada, monitado sempre pelo departamento médico.

“Apesar de Dumfries ter respeitado todas as normas de segurança, jogador e clube pensam que seria melhor não correr riscos desnecessários”, explicou o clube, em nota oficial.

O jogador participou de um protesto por causa da morte do ex-segurança negro George Floyd, nos Estados Unidos, que foi asfixiado por um policial branco de Minneapolis. Dumfries foi ao ato de máscara, como mostrou em suas redes sociais.

“O racismo é um problema global que deve ser discutido de forma drástica. Basta” Nossos filhos precisam crescer em um mundo de igualdade e oportunidades para todos, sem a sensação de ser discriminado”, escreveu o lateral do PSV.

Vale lembrar que o Campeonato Holandês foi cancelado, já que o governo local não liberou atividades esportivas até meados do segundo semestre. Mesmo assim, os jogadores voltaram a treinar para não manterem a forma física.