Vanderlei Luxemburgo

Série B: Cruzeiro tem 62 vezes mais chance de cair para a Série C do que subir para Série A, aponta estudo da UFMG

27/09/2021

A derrota para o CSA por 2 a 1 no domingo (26), complicou e muito a vida do Cruzeiro na Série B do Brasileirão. Isto porque o resultado deixou o time mineiro na 14ª  posição, com 31 pontos, a 13 do CRB, clube que abre o G-4 e a 5 do Brusque, primeiro da zona de rebaixamento.

De acordo com um estudo da Universidade Federal de Minas Geras (UFMG), a equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo tem 62 vezes mais probabilidade de cair para a Série C do que conquistar uma vaga para a Série A.

Os números apontam que a chance da Raposa de conseguir ficar entre os quatro primeiros é de apenas 0,17%. Já o risco de queda cresceu para 10,5%.

Ainda segundo o levantamento realizado pelo Departamento de Matemática da universidade, o time que chegar a 45 pontos tem apenas 3% de risco de cair. Diante deste cenário, o Cruzeiro precisa de mais 14 pontos nas últimas 12 rodadas da competição para que consiga alcançar este número.

Já para subir para a elite, se um clube chegar aos 63 pontos, tem 95,6% de chance de garantir uma vaga na Série A em 2022. Na situação em que o time mineiro está, precisa fazer mais 32 pontos. Nas últimas 12 rodadas, precisa ao menos vencer 10 e empatar dois.

A equipe celeste volta a campo na quarta-feira (29) para enfrentar o Guarani, às 19h, no Brinco de Ouro.

Confira os riscos de queda:

1- BRASIL DE PELOTAS: 99.31%
2- CONFIANÇA: 90.6%
3- VITÓRIA: 69.0%
4- BRUSQUE: 56.3%
5- LONDRINA: 41.3%
6- VILA NOVA: 17.7%
7- CRUZEIRO: 10.5%
8- PONTE PRETA: 5.5%
9- OPERÁRIO: 4.7%
10- NÁUTICO: 2.8%

Confira as chances de acesso:

1- Coritiba: 98.2%
2- Botafogo: 86.9%
3- Goiás: 64.9%
4- Avaí: 48.8%
5- CRB: 46.9%
6- GUARANI: 22.8%
7- CSA: 13.9%
8- Vasco da Gama: 5.9%
9- REMO: 4.2%
10- SAMPAIO CORRÊA: 3.6%
11- NÁUTICO: 1.5%
12- PONTE PRETA:1.1%
13- OPERÁRIO: 0.94%
14- CRUZEIRO: 0.17%