Próximas Partidas
Serie A
Gremio Internacional
03/10/2020 14:00
Serie A
Palmeiras Ceara
03/10/2020 16:00
Serie A
Bragantino Corinthians
03/10/2020 18:00
Serie A
Botafogo Fluminense
04/10/2020 08:00
Serie A
Flamengo Atletico Paranaense
04/10/2020 13:00
Serie A
Coritiba Sao Paulo
04/10/2020 13:00
Serie A
Bahia Sport Recife
04/10/2020 15:15
Serie A
Fortaleza EC Atletico Goianiense
04/10/2020 15:15
Serie A
Goias Santos
04/10/2020 15:15
Serie A
Atletico-MG Vasco DA Gama
04/10/2020 17:30
Jogadores do São Paulo na partida adiada do Brasileiro contra o Goiás

Sindicato de Atletas de SP usa Bundesliga e NBA como exemplos, aciona CBF e pode até ir à Justiça

12/08/2020

Os casos de COVID-19 nos elencos desde o início das três primeiras divisões do Brasileiro acionaram o sinal de alerta.

Os mais recentes deles impactam o Atlético-GO (quatro jogadores com testes positivos na véspera da partida com o Flamengo, nesta quarta-feira), o Corinthians (Gil e Leo Natal fora contra o Atlético-MG) e o CSA (18 atletas infectados e duelo com a Chapecoense adiado).

A situação fez com que o Sindicato de Atletas de São Paulo enviasse à CBF um ofício pedindo a mudança de “estratégia para que os campeonatos possam prosseguir”. Caso contrário, ameaça entrar na Justiça contra a confederação.

“Os campeonatos brasileiros começaram e trouxeram desde a primeira rodada vários problemas, que mostram um alto risco de contaminação pelo coronavírus e coloca em risco tanto a saúde quanto a vida dos atletas profissionais e demais membros das equipes”, criticou em nota a associação.

O sindicato sugere que a CBF siga o que foi feito para a retomada da Bundesliga ou da NBA.

“Na Alemanha, em que os jogadores se isolam e testam para o COVID-19, mas com o tempo hábil para que os resultados possam ser aproveitados ou seguimos; e o segundo (exemplo) vem da NBA americana, que isolou totalmente os jogadores e demais membros dos times para que a competição transcorra com um risco mínimo”, continua o comunicado.

“Em caso de resposta negativa, para a entidade dos jogadores paulistas não restará alternativa a não ser o já conhecido caminho do judiciário. O Sindicato de Atletas SP espera que a CBF, ao menos dessa vez, surpreenda e faça a coisa certa”, decretou.

Ofício

No documento enviado à confederação, o sindicato “parabeniza o esforço da CBF e de sua equipe médica na elaboração dos procedimentos para que tais competições pudessem acontecer, porém, o modelo necessita com urgência de alguns reajustes e numa condição mais extrema, o desvio total de direção”.

“Enquanto nos campeonatos estaduais a situação era a de finalização das competições com poucas rodadas a serem jogadas e em numa óbvia geografia restrita ao limite de cada estado, nos campeonatos nacionais tudo se modifica. O espaço a ser percorrido é diferente com logísticas diferentes em termo de confinamento em concentrações das equipes que só nesse quesito mostra um grau maior exposição, consequentemente maior risco de contaminação”, prossegue.

“Louvável o esforço que permitiu aos clubes recorrerem aos laboratórios locais e que as testagens alcançassem todos os atletas profissionais que compõem os elencos dos clubes, porém, pela gravidade crescente da situação demonstrada a cada hora, a proposta se mostra insuficiente”, diz o ofício, sem porém externar a possibilidade de entrada na Justiça.