Pedro e Leandro Castan em ação durante Vasco x Flamengo

Vasco: Leandro Castan topa reduzir salário para jogar Série B e deixa futuro nas mãos do clube

16/03/2021

Está nas mãos do Vasco a decisão pela permanência ou não do zagueiro Leandro Castan no clube. O experiente jogador de 34 anos tem o desejo de permanecer em São Januário e, inclusive, topa uma redução salarial para ficar e jogar a Série B 2021. A informação foi publicada primeiro pelo canal “Fanático Vascaíno”, do jornalista Fabio Azevedo, e confirmada pela reportagem do ESPN.com.br

Desde 2018 no Cruz-Maltino, com quem tem contrato até dezembro de 2022, Castan só não continuará aonde está se o clube carioca não aceitar o valor da redução salarial proposto pelo jogador e seu estafe.

O Vasco vive um período de reestruturação e a redução de gastos é uma das premissas da nova gestão, liderada pelo presidente Jorge Salgado. Já foi definido, inclusive, um teto salarial para o elenco. Ou seja, todos os jogadores que têm um salário acima deste teto, terão que aceitar enxugar o valor para que possam ficar. 

Apesar da situação ainda indefinida, Castan viajou com o grupo para Poços de Caldas, em Minas Gerais, onde o Vasco encara a Caldense, na quinta-feira (18), pela primeira fase da Copa do Brasil. Ele está recuperado de uma lesão na coxa. 

O nome de Castan, há alguns dias, foi sondado no Ceará. Entretanto, em contato com a reportagem do ESPN.com.br, o presidente do clube, Robinson de Castro, negou qualquer intersse na contratação do zagueiro. “Zero. Nunca. (houve interesse em Castan)”, declarou. 

O defensor ainda não entrou em campo pelo Vasco na temporada, nem mesmo no Campeonato Carioca, onde o Cruz-Maltino tem apenas um ponto somado, segue sem vencer e ocupa o 11º lugar na tabela. Valeu lembrar que, nas duas primeiras rodadas da competição, o clube entrou em campo com a maioria dos jogadores do seu Sub-20.